Bebidas alcoólicas e nutrição

Com o final das festas de fim de ano e carnaval nos lembramos de todos os excessos cometidos, sejam alimentares ou no consumo de bebidas alcoólicas. 

Com o ano começando, vale a pena conhecer algumas dicas para melhorar a saúde de forma geral e diminuir o consumo de bebidas que não trazem benefício algum se ingeridas em excesso.

Vamos começar citando alguns dos malefícios do consumo excesivo de bebidas alcóolicas:

  • Desnutrição;
  • Má-digestão e/ou má-absorção dos nutrientes presentes na dieta, ocasionadas por complicações gastrintestinais;
  • Insuficiência pancreática e deficiência de enzimas intestinais;
  • Deficiências nutricionais em folatos, tiamina, riboflavina, piridoxina e magnésio, principalmente quando a ingestão dessas substâncias via alimentos é baixa;
  • Obesidade.

Portanto, para evitar que isso aconteça vale a pena seguir algumas dicas que deixarão sua saúde em dia sem comprometer o seu estado nutricional.

Evitando a desnutrição: tenha uma dieta rica em cereais, frutas, verduras e legumes, além de proteínas de boa qualidade como leite, seus derivados e carnes magras. Sabe-se hoje que o álcool causa desnutrição porque diminui o apetite, ocorrendo assim uma ingestão insuficiente de alimentos. Além disso também causa dificuldade de absorção, perda de proteínas e redução da síntese das mesmas pelo fígado.

Prevenindo a má-absorção de nutrientes: aumente o consumo de saladas e sucos de frutas, alimentos ricos em vitaminas e minerais. Prefira carnes magras, como frango e peixe. Retire a gordura aparente das carnes vermelhas e dê preferência aos cereais integrais. Intercale sempre uma dose da bebida alcóolica de costume com um copo de suco de frutas natural ou água de coco.

Beba muita, muita água: sabemos que o álcool é um potente diurético, aumentando a produção de urina e como consequência desidratando o organismo. Portanto, a ingestão de água é fundamental para que isso não aconteça. Intercale dois copos de água com um da bebida escolhida ou até mesmo use isotônicos (ex: Gatorade) ou água de coco. Assim é possível diminuir a desidratação além de prevenir o mal-estar no dia seguinte.

Alimente-se corretamente antes de beber: fazer um lanche leve, como um sanduíche com queijo branco e um suco de frutas natural é capaz de prevenir a embriaguez. Beber de estômago vazio aumenta a absorção do etanol, podendo causar indisposição, sensação de mal-estar, vômitos e dores abdominais.

Cuidado com as calorias: o álcool não possui nenhum nutriente importante ao organismo e, além disso, tem muitas calorias. Sabemos que 1 g de álcool possui 7 kcal, bem mais do que os carboidratos e proteínas (que contém 4 kcal por grama) e quase igual à gordura (9 kcal por grama). Então, cuidado! 

E, se quiser saber mais sobre o valor calórico das bebidas alcoólicas, clique aqui.