Finais de semana = exagero. E o resultado, como fica?

Se a resposta foi "sim", pare e leia esse texto para entender porque você talvez não está emagrecendo como gostaria.

No consultório, é muito comum, ao perguntar para os pacientes como foi a semana de dieta ter a seguinte resposta: "Foi ótimo. Fiz tudo direitinho  durante a semana, mas no final de semana tive uma festa e comi 10 salgadinhos, tomei cerveja e comi bolo de sobremesa". Isso dá muito mais do que 1000 Kcal em uma só refeição!

Ao pisar na balança, a surpresa: emagreceu somente 200 gramas. Aí vem a frustração: "Mas não é possível! Eu fiz tudo direitinho durante a semana e só escapuli uma única vez!". Pessoas que buscam resultados rápidos e sem grandes mudanças na rotina alimentar estão fadadas ao fracasso. Alimentação correta deve ser um estilo de vida e não uma rotina temporária.

Agora observe a segunda situação. "Dra. Renata, não fui muito bem nesses últimos dias não. Fiquei com muita fome, aí acrescentei uma colher a mais de arroz no almoço e no lanche da tarde mais 2 torradas e um copo de iogurte além do que deveria, mas sinto que minha calça está mais larga, é possível?". Logo depois, pesa-se e a perda de peso foi muito boa.




Ao analisarmos a fundo as duas situações, percebemos que a soma das calorias em excesso foi praticamente igual, mas a diferença é que na segunda situação o excedente foi de MELHOR QUALIDADE E DISTRIBUÍDO DURANTE OS 7 DIAS, E NÃO TUDO DE UMA VEZ como na primeira (relembre a teoria dos baldinhos). Percebe-se que, com uma única escapulida errada, como na primeira situação, perde-se uma ou mais semanas de dieta.

Exemplo: é domingo e você come alguns poucos pães de queijo no café da manhã, bife à parmeggiana com batata frita no almoço e à noite dois pedaços de pizza com refrigerante (porque domingo é dia de pizza né? - ô desculpa esfarrapada!). Pronto. Você com certeza jogou fora uma semana de dieta.

E ainda pode piorar. Normalmente, antes de um exagero, a maioria das pessoas faz um período de restrição alimentar de horas, dias ou semanas. Lembrando que, se ficarmos um bom tempo sem comer ou se estivermos tentando emagrecer fazendo dieta, o corpo passará a precisar de energia, correto?  E se depois vier o excesso, é claro que o corpo irá armazenar o que ficamos "devendo" e com certeza muito mais.

É por isso que nós, nutricionistas, sempre batemos na mesma tecla: coma de 3 em 3 horas, não faça dietas malucas e nem cometa grandes excessos. Faça um lanche antes de sair de casa quando tiver um evento importante e cheio de tentações, assim você não passa fome. Com essas dicas, o resultado na balança e principalmente na composição corporal com certeza aparecerá!


Adaptado do livro "As Verdades que Você Precisa Saber", de Rodrigo Paiva.