Excesso de exercícios, dieta e sistema imune

Sabemos hoje que exercícios prolongados de endurance, treinamento rigoroso e dieta pobre em carboidratos (feitas sem orientação específica) são formas conhecidas de se deprimir o sistema imune. A partir da perspectiva dietética, o declínio da função das células imunológicas ocorre como resultado da baixa ingestão de proteínas, carboidratos, de algumas vitaminas e de pelo menos dois minerais muito importantes: ferro e zinco.

Portanto, para que isso não aconteça, ter um plano alimentar adequado é de extrema importância; não só para a manutenção de uma boa saúde, melhor qualidade e rendimento no treino e, também, obtenção do resultado esperado.

Inclua na sua rotina alimentos fontes desses dois minerais. As principais fontes de ferro são: carnes vermelhas, ostras, peixes, vísceras, aspargo, aveia, grãos, nozes, feijão, legumes verde-escuros, gema de ovo, castanhas, melado, brócolis. Já as fontes de zinco, são essas: carnes em geral, fígado, ostras, soja, ovos, frutas oleaginosas e leite.