Como deve ser a alimentação no inverno?

Todo inverno é a mesma coisa: o tempo esfria e a mesa fica cheia de coisas gostosas: sopas, chocolates, fondues, pipocas, vinhos, feijoadas, entre outras delícias. De repente, todo o resultado de um planejamento alimentar vai por água abaixo. O que precisamos nessa época do ano é escolher melhor os alimentos e utilizá-los em uma versão mais leve, porque o inverno passa rápido e o verão logo logo está aí. Para evitar que você vá à praia parecendo uma coxinha, veja algumas dicas interessantes...


Chás: quentes, com canela, limão e cravo. Use adoçante.

Leites: com café ou capuccino light, canela ou cacau, com chá, com achocolatado light ou 5 gotas de essência de baunilha.

Sopas: devem ser preparadas com legumes batidos, sem adição de creme de leite ou massas. Pode-se acrescentar a elas algumas fibras, como o farelo, fibra de trigo ou farelo de aveia. Sabe-se que as fibras ajudam a regular a função intestinal, a manter o colesterol em níveis normais e a provocar maior sensação de saciedade.

Queijos: prefira os magros, como ricota, requeijão light, mussarela light, minas frescal, tofu. Se quiser derretê-lo, prefira mussarela light (não mais do que 2 fatias).

Crepes quentes: use pão sírio quente com queijos magros, combinados com frutas (banana, maçã ou pêra) e canela.

Gelatina diet: sirva com leite quente e polvilhe cravo e canela.

Feijoada: inicie com as frutas (laranja) e depois forre o prato com couve e coloque o feijão (mais caldo e grãos) por cima. Não esqueça de comer mamão para facilitar a digestão.

Fondue: use leite desnatado, queijos magros e frutas da estação. Utilize cacau em pó, e para engrossar a massa, use amido de milho ao invés de creme de leite.

Frutas: prefira as quentes, com adoçante e canela.

Massas: puras, com molho vermelho. O segredo é não colocar gordura, e pode-se misturar legumes. Não misture carnes ou outros cereais, para não elevar o valor calórico.

Legumes light: faça refogados com caldo de carne. Use em souflê, só claras. Use molho branco light feito com leite desnatado e coloque em cima dos legumes cozidos.


É importante lembrar que o alimento, mesmo na versão light, deve ser consumido moderadamente. Não é porque tem menos calorias que se pode comer o dobro.

O acompanhamento nutricional é importante pois você será capaz de fazer as escolhas alimentares adequadas e evitar alimentos calóricos e que comprometerão sua silhueta na próxima estação. Lembre-se: quanto antes começar, melhor!