Alimentação X Viagens

Normalmente, na época que antecede uma viagem importante, as pessoas tendem a radicalizar, fazendo dietas muito restritivas com o intuito de atingir aquele peso ideal até a data prevista. Chega enfim a sonhada viagem, quando normalmente excessos alimentares acontecem: geralmente alimentos mais calóricos são os mais consumidos. Ao final da viagem, você volta com “quilinhos extras” na bagagem, decorrentes dos excessos e novidades na alimentação...


Para que isto não aconteça com você, aqui vão algumas dicas para quem vai viajar ou está viajando:

· Faça um bom café da manhã para resistir às possíveis “tentações” que possam aparecer nos intervalos.



· Lanches no meio da manhã e da tarde ajudam a matar a fome e equilibrar o organismo, comendo menos no almoço e jantar.


· É fácil comer mais quando se está acompanhado e conversando. Preste atenção ao que está comendo e não saia da mesa “rolando”.

· Você está se divertindo, e não num campeonato de quem come mais.


· Procure ser ativo: caminhe, nade e faça passeios. Nunca fique parado.


· Não se trata de ficar sem experimentar as novidades, mas não precisa extrapolar em todas as refeições.


· Se viajar de avião, você pode solicitar, com antecedência, refeições lights para serem servidas durante o vôo.

· Leve, em sua viagem, seu plano alimentar e procure observar suas limitações dentro de suas possibilidades.

· Mesmo que tenha exagerado durante o dia, faça uma refeição leve durante o jantar. Pode ser uma salada mista com um suco de frutas ou uma sopa de legumes.

· Refeições em hotéis são, em geral, um perigo para quem está de olho na balança. Na maioria das vezes elas são self-service, e você poderá acabar exagerando na comida fácil, fácil. Nessa hora, procure se controlar servindo-se de pequenas porções, mastigando devagar e parando na hora que se sentir satisfeito.

· Saiba o que você deve ou não comer no café da manhã do hotel. Fuja de croissants, bolos, biscoitos, manteiga, queijos amarelos, salsichas e frios embutidos (presunto, mortadela, copa). Prefira frutas, pães integrais, queijos brancos, peito de peru, iogurte desnatado, cereais integrais e uma geléia de frutas light. Evite doces e alimentos fritos também.

· No dia em que a programação incluir passeios longos, o almoço sempre fica para mais tarde. Então, leve um lanchinho na bolsa para enganar a fome. Pode ser fruta, barrinha de cereal, água de coco, suco de frutas de caixinha light ou biscoito toda hora light.

· Nos restaurantes, não aceite o couvert. No lugar dele peça uma boa salada como entrada. E evite os molhos à base de queijos e maionese. Além se serem ricos em gordura, são muito calóricos – e sua salada ficará mais calórica do que um almoço completo.


· Se for passar longas horas na estrada, leve um lanche light para comer no carro ou nas paradas. Pode ser um sanduíche de queijo branco com peito de peru no pão integral. Depois coma uma fruta. Conserve tudo em uma mala térmica. Quando tiver chance de parar em um restaurante confiável, peça uma salada, uma carne grelhada e uma porção de arroz ou batata.


Se estiver na praia...

· Consuma bastante suco de limão, suco de casca de abacaxi, água de coco e, para comer, ½ espiga de milho sem gordura. Salada de frutas também é uma ótima opção.


· Fuja das porções de batata-frita, peixes e frutos do mar empanados ou fritos. São muito calóricas e colocarão em risco todo o seu plano alimentar.

· Um pouco de preguiça sempre aparece, mas não deixe de caminhar pelo menos uma hora por dia e nem de dar uns bons mergulhos.

· Evite salgadinhos, sanduíches naturais e espetinhos fritos. Você não sabe a procedência desses alimentos, além de que, na maioria das vezes, eles são acondicionados de forma incorreta podendo causar uma intoxicação alimentar grave e abreviando suas tão esperadas férias.

· Para refrescar-se, uma boa idéia é tomar um picolé de frutas. Se tomar sorvete, fique com os de frutas e de preferência diet ou light. Evite comer a casquinha.

· Aproveite e coma mais peixe: é um alimento rico em proteínas e sais minerais e tem menos gordura do que as carnes vermelhas e as aves, mas evite preparações fritas e acompanhadas de maionese. Acompanhe com purê de batatas ou arroz. Fica muito gostoso e você mantém seu plano alimentar.

Siga todas essas dicas e.. boa viagem!


Essa matéria foi publicada no site oficial da apresentadora Ana Maria Braga: