Nutrição X atividade física

É interessante diferenciarmos atletas de pessoas fisicamente ativas. Os primeiros são esportistas profissionais que se submetem em seus treinos diários a uma carga de exercícios bastante intensa e por conta disso tem seu metabolismo e necessidades nutricionais completamente alterados e aumentados. Ao passo que pessoas fisicamente ativas são aquelas que buscam na prática de atividade física a promoção da saúde, qualidade de vida e bem-estar.


Os cuidados nutricionais com atletas devem ser não só de melhora da performance durante os treinos e provas, mas também de reposição das perdas de vários nutrientes que ocorrem durante os exercícios. Pessoas fisicamente ativas não podem ter como referência a alimentação de atletas profissionais. A alimentação nos dois casos é uma grande aliada, mas com estratégias e objetivos diferentes.


A prática regular de atividade física traz muitos benefícios à saúde, entre eles, aumento do gasto energético, maior coordenação motora, melhora da capacidade cardiorespiratória, diminuição do estresse e redução do risco de doenças (hipertensão, obesidade, diabetes). Entretanto, para uma vida saudável, é necessário aliar o exercício físico a uma dieta balanceada, contendo alimentos de todos os grupos e nas quantidades adequadas.

É fundamental uma boa nutrição para quem busca saúde. A prática de exercícios aliada à boa alimentação leva a resultados surpreendentes, chegando-se a conclusão de que uma inexiste sem a outra. A alimentação desempenha um papel importante ao preparar o organismo para o esforço, fornecendo os nutrientes necessários que irão variar de acordo com o tipo de exercício e o objetivo que se pretende alcançar: perda de peso ou ganho de massa muscular.


Os indivíduos que fazem uma dieta saudável supervisionada combinada com atividade física evitam a perda protéica, ganham massa muscular e podem aumentar gradativamente as calorias ingeridas sem que haja acúmulo de gordura. Além disso, conseguem renovar as perdas diárias de fluídos e nutrientes, ajudando na regeneração dos tecidos e os preparando para a próxima sessão de exercícios.


Não existe nenhuma fórmula mágica para equilibrar nosso organismo. O peso ideal é resultado de uma dieta balanceada e da prática de exercícios físicos regulares.