Matéria Revista 02 por Minuto

Mais uma vez fica o agradecimento à toda a equipe da Revista O2 por Minuto por mais uma matéria publicada.

Leia a matéria na íntegra abaixo ou então clique
aqui.

Ingerir líquidos durante a refeição engorda?
Por Fausto Fagioli Fonseca


A maneira como o corpo humano funciona é normalmente rodeada de mitos, que, se não forem bem explicados, acabam virando verdades absolutas. Quantas vezes você já não ouviu falar, por exemplo, que a cerveja “dá barriga”, ou que comer mais carboidratos durante a noite engorda, ou ainda que beber água em jejum emagrece?


A verdade é que muitas dessas lendas surgiram com a interpretação errada de como nosso organismo trabalha em relação aos alimentos. Muitos acreditam que a ingestão de líquidos durante a refeição, ou no período que a antecede, pode dificultar o processo de digestão. O que é verdade e mito nessa história?


A nutricionista esportiva Priscila di Ciero explica: “O que acontece, na realidade, é que a ingestão de mais que um copo de água ou suco, cerca de 250 ml, pode prejudicar o processo de digestão, pois o líquido dilui os ácidos digestivos, e a absorção de nutrientes se torna menor”, diz Priscila, que completa. “Mas isso não quer dizer, necessariamente, que beber durante a refeição engorda. Depende muito de pessoa para pessoa”.


Para Renata Rodrigues de Oliveira, nutricionista do Instituto Mineiro de Endocrinologia, o que pode acontecer é o aumento na ingestão de alimentos. “Quando a pessoa bebe muito líquido durante a refeição, o cérebro demora mais a perceber que ela está satisfeita, e, assim, ela acaba comendo mais que está acostumada sem bebidas”, afirma.


Desta forma, diminuir a ingestão de líquidos durante a refeição, e nos minutos que a antecedem e a procedem pode ser aconselhável. “Eu diria que não beber nada 30 minutos antes e 30 minutos depois de se alimentar pode ser melhor. Depois desse período, fica a critério de cada pessoa”, explica Renata.


Os refrigerantes
O sabor deles é muitas vezes tentador. Porém, os refrigerantes, além de ricos em açúcar, são, obviamente cheios de gás, o que dá ainda mais a sensação de barriga estufada.“Os refrigerantes sim, é melhor evitar sempre, já que são ricos em calorias vazias, que nada acrescentam ao organismo. Além disso, são cheios de gás e dilatam o estômago, prejudicando também a digestão”, afirma Priscila.


Para uma digestão melhor
Algumas bebidas podem ajudar no processo de absorção dos alimentos, como aconselha Priscila. “O chá de hortelã é uma ótima bebida para facilitar o processo de digestão. Pode ser ingerido antes da refeição, cerca de 30 minutos, de preferência sem açúcar”.


“Os sucos naturais, de qualquer tipo de fruta, sempre são melhores para a digestão. As fibras deixam esse processo mais lento, e a variedade de frutas ingerida em suco pode ajudar”, conclui Renata.