Tipos de sal

Atualmente, existem diversos tipos de sal disponíveis no mercado. É importante conhecer as propriedades de alguns para que seu consumo possa ser orientado corretamente.

Sal Light
Ao contrário do que o nome sugere, ele não é indicado para quem precisa perder peso. Na verdade, trata-se de um produto composto de 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio. O uso do sal light, em lugar ao sal comum, pode ser recomendado como forma de redução no consumo de sódio ou suplementação de potássio, porém é contra-indicado em indivíduos com risco de hiperpotassemia (aumento da concentração de potássio no sangue).

Sal Marinho
Passam por um processo menor de refinamento e, dependendo de como foram colhidos e processados, possuem formato irregular, por isso dissolvem mais rapidamente que os cristais de sal comum. Por ser colhido manualmente e em quantidades limitadas, é muito valorizado no mercado. Seu cristal em forma piramidal permite maior aderência em alimentos secos, porém não confere sabor diferenciado quando adicionado a etapa de cozimento.

Substitutos de Sal
Muitos produtos são vendidos como "realçadores de sabor" que substituem o sal ou estão a ele associados em condimentos preparados que agregam diversos temperos. O mais utilizado é o glutamato monossódico, um sal produzido a partir da fermentação do melaço da cana-de-açúcar, utilizado com a finalidade de realçar o sabor dos alimentos. Em geral, esses produtos apresentam elevado teor de sódio, ainda que em menor quantidade que o sal (cerca de 15%).