Alimentação diária e controle de peso

Pessoas em tratamento para perda de peso sempre se deparam com uma situação freqüente: sair para comer fora ou então participar de alguma festa ou evento sem que isso se torne um problema e se transforme em alguns quilinhos a mais na balança.

Com a correria da vida diária nem sempre é possível realizar todas as refeições em nossa própria casa, mas isso não pode se tornar um motivo para perder o controle. Deixar de comer e de freqüentar lugares que gosta também não resolve, pois privações duram pouco e só atrapalham se você está em tratamento para perda de peso. Por outro lado – e ao contrário do que muitas pessoas acreditam - nem sempre o tipo de prato escolhido no restaurante é o grande vilão.

Quem consegue resistir a um jantar maravilhoso acompanhado de um bom vinho? Não é justo - e muito menos necessário - abdicar de um encontro com os amigos, um jantar com a pessoa amada ou até mesmo uma festa. O segredo para resolver esse problema está no seu controle alimentar diário, ou seja: a famosa “comidinha do dia-a-dia”.

Pessoas que comem em casa são capazes de controlar perfeitamente o que colocam no prato e o que consomem durante todo um dia. E é isso que faz a diferença. É claro que, às vezes, a alimentação diária pode se tornar um pouco monótona, mas para que isso não aconteça basta seguir algumas dicas simples e capazes de trazer grandes resultados.

Quem não quer ser capaz de transformar o pãozinho francês em uma torradinha de ervas, o queijo cottage em patê, aquela fruta perdida na fruteira em um mix de frutas super nutritivo? O arroz de todo dia pode virar um risoto, o frango branquinho e sem gosto se transforma em um bobó e mais: aquele iogurte que estava quase perdendo na geladeira pode virar em um delicioso molho para salada ou até mesmo uma sobremesa. Para o lanche da noite, que tal uma pizza de pão de forma? E, para melhorar ainda mais: tudo light e com poucas calorias.

Por isso aqui entra a importância do responsável pelo preparo das refeições. Saber o valor dos nutrientes, fazer trocas saudáveis, combinações de temperos e aproveitamento de alimentos é essencial para o sucesso e traz inúmeros benefícios à saúde.

Foi-se o tempo em que reeducação alimentar significava deixar de comer o que gosta, e ficar só na água e na saladinha (sem molho!) era a única solução. Nos dias atuais, com orientação de profissionais especializados e a enorme variedade de receitas existentes, é possível mudar o cardápio diário e controlar o peso sem ao menos perceber que está fazendo dieta. E tudo isso com muito mais sabor, variedade, economia de tempo e, claro, de calorias.

Portanto, quem controla a alimentação dentro da própria casa é capaz de se alimentar fora sem grandes preocupações. Lembre-se sempre que o que fazemos repetidamente é o que faz diferença. Sendo assim, saia e se divirta. E o melhor: sem se preocupar mais com o peso!