Por que repor aminoácidos?

Na prática clínica, em tratamentos tanto para perda de peso ou ganho de massa muscular, a reposição de aminoácidos é de extrema importância. Sabemos hoje que as proteínas são compostas por uma cadeia de aminoácidos - imagine um colar de pérolas, onde cada pérola é um aminoácido importante.

Aminoácidos também podem ser usados como fonte de de energia. Sob circunstâncias normais, o corpo fabrica todas as proteínas de que precisa e, então utiliza aminoácidos adicionais como fonte de energia.  Durante condições temporariamente estressantes, como nos exercícios predominantemente aeróbicos de longa duração quando as reservas de glicogênio tendem a ficar muito baixas, certos aminoácidos podem acabar sendo degradados para fornecer energia, o que não é nem um pouco interessante se você pretende ganhar massa muscular ou emagrecer.




As fontes de energia preferidas para exercícios predominantemente aeróbios são carboidratos e gordura, porém as proteínas podem ser usadas como fonte de energia adicional. A utilização de proteína sob condições estressantes, normais ou temporárias é uma resposta metabólica normal; no entanto, é bastante preocupante quando a ingestão calórica é muito baixa durante semanas e meses e o corpo precisa utilizar aminoácidos como fonte de energia principal. 

Sob essas condições, o corpo começa a degradar o músculo esquelético como fonte de aminoácidos já que não está conseguindo os mesmos via alimentação. Se o estado de restrição calórica se mantiver, ocorre impacto negativo também no sistema imune.

Deu pra entender agora porque a reposição é importante? Fique atento e converse com seu nutricionista!