Você é obeso? Cuidado, pode ficar hipertenso também!

A principal correlação da obesidade com o desenvolvimento da hipertensão está nas adipocinas, substâncias químicas que são liberadas pelo tecido adiposo branco e em sua maioria possuem características pró-inflamatórias.

Algumas delas auxiliam de forma importante na formação da placa de ateroma, tendo consequência diversas alterações hemodinâmicas, inclusive aumento da pressão arterial.

Portanto, se você está acima do peso ou é obeso, cuidado. Se não cuidar da saúde, é bem possível que se torne hipertenso em um breve espaço de tempo.