Sono e ganho de peso

Muitos pacientes chegam ao consultório com a queixa de dificuldade para dormir. Sabemos hoje que o ritmo de vida atual não ajuda em nada no relaxamento: pressões no trabalho, filhos, estudos e as cobranças que temos conosco, que não são poucas.

E quando você percebe que, além de não conseguir dormir, está engordando? O que muitos não sabem é que a privação do sono pode favorecer ao ganho de peso. 

Quando dormimos bem, produzimos menos grelina, que é um hormônio responsável por aumentar nosso apetite. Também aumentamos a produção de leptina, um hormônio responsável por nos dar a sensação de saciedade.

Se não dormimos ou dormimos mal, a gelina aumenta (ou seja, aumenta nossa fome) e temos baixa do hormônio de crescimento, o GH. Muitos não sabem, mas o GH ajuda na quebra do tecido adiposo. 

E tem mais! A falta de sono altera a produção de melatonina, que fica reduzida. Ela é um dos maiores antioxidantes naturais e tem a função de nos restaurar e ajudar a dormir melhor. 

A produção inadequada de melatonina leva à resistência à insulina, que é mais um estrago à nossa saúde contribuindo para o ganho de peso e aparecimento de inúmeras doenças como, por exemplo, o diabetes.