Fiz a cirurgia bariátrica e depois de um tempo engordei. É possível?

E sua maioria, os indivíduos tornam-se obesos ao longo da vida por cultivarem hábitos alimentares inadequados, que podem estar relacionados à quantidade de alimentos, à qualidade ou aos horários incorretos.

Embora a cirurgia bariátrica provoque redução da ingestão e/ou da absorção de alimentos, ela é incapaz de interferir no comportamento alimentar, sendo este fator importante para a reaquisição de peso.

Devido à restrição alimentar provocada pela operação, os pacientes não conseguem ingerir grande volume de alimentos. Portanto, a qualidade do alimento passa a desempenhar papel especial no controle do valor calórico da dieta.

Ao longo do tempo, foi observado que os pacientes com maior dificuldade para manter o peso após a cirurgia são aqueles que apresentam o hábito de comer frequentemente, "beliscando" durante todo o dia. Na grande maioria dos casos, alguns anos após a cirurgia você não se sentirá mal quando comer doces, sorvetes, refrigerantes, bebidas alcoólicas e gordura - mesmo que em menor quantidade. Você já estará adaptado e é ai que mora o perigo.

Esses alimentos, mesmo em pequeno volume, causam pouca saciedade e por isso são mais bem tolerados, mas, em contrapartida, são fontes calóricas significativas. Ou seja: você vai comer pouco, ficar pouco satisfeito e engordar a longo prazo!

Portanto, mude seus hábitos alimentares, reeduque sua cabeça e o corpo caminhará junto. Nada é proibido e toda regra tem sua exceção. Dá pra comer de tudo moderadamente, basta aprender a fazer trocas e escolhas saudáveis. 

Para isso, o acompanhamento nutricional é fundamental. Procure seu nutricionista sempre, pois nunca é tarde para (re)começar!