Fase de pré-manutenção: prevenindo a recuperação do peso

Após atingir a meta proposta de peso em um programa de reeducação alimentar, o cuidado para a manutenção do peso alcançado deve ser minucioso. É nesse momento que se dá inicio a uma nova etapa do tratamento, chamada de fase de pré-manutenção.

Agora a atenção deve ser redobrada, pois é nessa fase que o organismo começa a querer recuperar o peso perdido. Por isso, é essencial manter os novos hábitos alimentares adquiridos durante o tratamento.

Muitas pessoas acreditam que, ao perder o peso esperado seu tratamento se encerra. Porém, o que muitos também não sabem é que nessa fase todo cuidado é pouco. Como o organismo ainda não se adaptou ao novo peso alcançado, o objetivo agora é prevenir de todas as formas o temido efeito-rebote. Por isso, para garantir o sucesso dessa nova fase é importante que a qualidade da fase intensiva tenha sido a melhor possível. Dietas radicais ou com restrições em excesso além de não funcionarem a longo prazo, favorecem a recuperação do peso perdido. Portanto, nesse momento o organismo precisa ser capaz de reconhecer melhor o novo peso e não entender a perda como uma agressão.

Pessoas com menor peso necessitam de menor gasto energético para as atividades diárias, pois o emagrecimento diminui a taxa metabólica de repouso. Assim, o gasto com a atividade física também é menor. Eventualmente um estado de equilíbrio é atingido, onde a ingestão calórica é igual ao gasto energético. Portanto, a menos que seja feita uma mudança na dieta ou atividade física, a perda de peso deve se encerrar nesse ponto.

O objetivo do tratamento da obesidade deve ser ajustado da simples redução de peso para um peso definido como melhor atingível no contexto da saúde geral. Assim sendo, a manutenção do peso corpóreo atual é benéfica. Portanto, para neutralizar o efeito-rebote, a duração da fase de pré-manutenção deve ser de um mês para cada quilo de peso perdido.

A modificação no estilo de vida, analisando comportamentos e identificando eventos que estão associados a hábitos inadequados de alimentação é importante. Além disso, a automonitoração, solução de problemas, controle de estímulos que levam a pessoa a se alimentar, além de comer devagar são fatores essenciais para o sucesso dessa fase.

Portanto, identificar, mudar e corrigir pensamentos negativos que freqüentemente debilitam seus esforços é fundamental, além de garantir a manutenção futura do peso alcançado.