Proteínas e perda de peso

Vamos começar falando um pouco sobre a digestão das proteínas, para que você entenda melhor porque elas irão te ajudar a perder peso.

As proteínas são sequências gigantes de aminoácidos. Pensem na proteína como um livro e nos aminoácidos como letras do alfabeto. Temos 26 letras e conseguimos escrever qualquer livro e, com os 20 aminoácidos existentes, produzir qualquer proteína.

Antes de chegarem ao sangue, as proteínas precisam ser quebradas. Isso consome, aproximadamente, 12% do valor calórico ingerido, pois ela é o maior entre todos os nutrientes. 

Na prática, significa que 100 kcal de leite desnatado ou carne magra engordam menos que 100 kcal de pão ou biscoito, deu pra entender?

Aí vem outro questionamento: engordaríamos bem menos se comêssemos só proteínas, mas isso e inviável para a espécie humana pois o organismo precisa de outros nutrientes muito importantes, como os carboidratos (o principal alimento do cérebro é a glicose) e gorduras (responsável pela produção hormonal, etc). 

Existe uma maneira simples para que você consiga calcular se está ingerindo a quantidade correta de proteína, salvo em casos de pessoas com problemas de saúde. Faça um relatório  do que comeu durante o dia e depois some a quantidade de proteínas dos alimentos (você encontra no rótulo). Se o seu resultado for próximo ao seu peso corporal, ou seja, 1 g de proteína/quilo de peso, você provavelmente está no caminho certo.

E pra quem ainda acha que encontramos proteínas somente em carnes, leite e derivados, conheça algumas outras fontes:





Agora você já sabe porque em tratamentos para perda de peso as proteínas de boa qualidade são tão importantes!