Pressão arterial, alimentação e exercícios

Alguns alimentos apresentam antioxidantes, nutrientes importantes na prevenção de doenças e envelhecimento. Seu consumo deve ser encorajado na pressão arterial e nas doenças cardiovasculares.

São eles: ácidos graxos insaturados (azeite de oliva, óleo de canola, abacate, oleaginosas - castanhas, nozes, amêndoas), fibras alimentares presentes na aveia, na pectina das frutas, nas hortaliças, nos grãos e leguminosas (feijão, grão de bico, lentilha e ervilha). Os polifenóis encontrados no café, em alguns tipos de chás e no chocolate amargo apresentam propriedades vasoprotetoras, promovendo, portanto, redução da pressão arterial. Outros nutrientes, como a alicina presente no alho, os laticínios e a soja tem sido alvo de estudos, mas ainda inconclusivos.  

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (VI BGH, 2010), para a prevenção primária, recomenda-se que todo adulto pratique, pelo menos, 30 minutos de atividade física moderada em pelo menos 5 dias da semana, e isso pode ser feito de modo contínuo ou acumulado. A recomendação para indivíduos que irão começar um programa de exercícios é que o façam sempre com intensidades leves/moderadas, priorizando, predominantemente, as atividades aeróbicas. O treinamento resistido deve ser feito em complemento aeróbico, de 2 a 3 vezes por semana.

Alimente-se melhor e pratique atividade física. Seu coração agradece!