O que pode acontecer se você não ingerir vitamina B12 adequadamente?

Conforme a B12 vai se exaurindo do organismo, alguns problemas podem surgir. De forma geral, a pessoa se sente cansada, perde o apetite e, às vezes, sente dores generalizadas. A língua fica lisa e brilhante, pois as papilas se atrofiam.

As consequências da deficiência de B12 são reversíveis se o tratamento for feito a tempo, caso contrário as sequelas podem ser permanentes.

A redução dos níveis dessa vitamina provoca diversos problemas, mas dois são principais: alterações no sangue (como a anemia) e no sistema nervoso.

Anemia por deficiência de B12:

A pessoa sente muito cansaço e fica pálida. O coração acelera com pequenos esforços, já que tem menos transportadores (células vermelhas) para captar oxigênio nos pulmões, precisando bater mais rápido. A anemia não é a consequência mais comum da deficiência de B12; quando ela ocorre, costuma significar que a deficiência já está em estágio avançado. Os sintomas neurológicos surgem em etapas muito mais precoces.

Sintomas neurológicos por deficiência de B12:

De 75 a 90% das pessoas com alterações moderadas a graves de deficiência dessa vitamina  apresentam sintomas neurológicos. Como  a deficiência de B12 leva à degeneração da bainha de mielina - a "capa" que envolve os nervos -, a condução do estímulo nervoso é prejudicada. Com isso, ocorre alteração da sensibilidade nos pés, comprometimento da percepção vibratória e da propriocepção (autopercepção), irritabilidade, comprometimento da memória e agitação.

Os sintomas psiquiátricos mais comuns são depressão, mania, síndromes psicóticas, transtorno obsessivo-compulsivo e prejuízo da cognição.

As queixas mais comuns são: formigamento das pernas pouco tempo após cruzá-las, além de queixas com relação à memória, concentração e atenção. É comum que a pessoa tenha dificuldade para manter a concentração na leitura por muito tempo ou que vá a algum lugar para pegar algo e no meio do caminho, se esqueça do que foi fazer.

Portanto, se você manifesta algum esses sintomas, converse com seu médico e seu nutricionista. A realização de exames laboratoriais pode ser recomendada, assim como adequação do seu plano alimentar e provavelmente suplementação.